CursosTrilha Expert em DoençasAprenda a manejar as principais doenças da soja, milho e cana-de-açúcar!

A trilha é um pacote de 5 cursos que vão te ajudar a desenvolver seu conhecimento no manejo de doenças, com ênfase em soja, milho e cana-de-açúcar.

Cursos nesta trilha: 

  • Saiba como controlar as doenças da soja

  • Ferrugem da soja

  • Manejo de doenças em milho: danos, epidemiologia, sintomas e controle

  • Manejo de doenças em cana-de-açúcar

  • Indução de defesa de plantas a patógenos

 

Saiba como controlar as doenças da soja

Neste curso desenvolvido pelo Dr. Marlon Stefanello, você vai aprender as bases fundamentais para o estabelecimento de um programa fungicida para o controle das doenças em soja, que seja eficiente e permita atingir altos rendimentos.

Neste curso você irá aprender sobre:

  • Como escolher um tratamento de semente com fungicida

  • Quando realizar a primeira aplicação de fungicida.

  • Os parâmetros que definem o intervalo entre as aplicações

  • As práticas que devem ser adotadas para o controle das principais doenças da soja

  • Os cuidados para as últimas aplicações

Módulo 1 - Bases para o estabelecimento de um programa fungicida para o controle de doenças em soja

Módulo 2 - Tratamento de sementes de soja com fungicidas

Módulo 3 - Tomada de decisão para a primeira aplicação de fungicida em parte aérea: Parte 1

Módulo 4 - Tomada de decisão para a primeira aplicação de fungicida em parte aérea: Parte 2

Módulo 5 - Intervalos entre as aplicações de fungicida em parte aérea: que fatores considerar? Parte 1

Módulo 6 - Intervalos entre as aplicações de fungicida em parte aérea: que fatores considerar? Parte 2

Módulo 7 - Que fatores considerar nas últimas aplicações de fungicida?

 

Ferrugem Asiática da Soja

De acordo com levantamentos realizados pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA), desde 2001/2002, a ferrugem asiática já provocou perdas superiores a 30 bilhões de dólares, tendo por base a cadeia produtiva e a redução na arrecadação tributária correspondente. Neste curso desenvolvido pelo especialista PhD. Ricardo Balardin, você vai aprender sobre os aspectos mais importantes da principal doença da soja, que auxiliam no seu manejo eficiente e que protegem o potencial da cultura.

Neste curso você irá aprender sobre:

  • Danos, sintomas, ciclo e dispersão da doença

  • Medidas de controle para a ferrugem da soja

  • Como estabelecer um programa de controle efetivo

Módulo 1. Importância da Ferrugem da Soja: danos e perdas

Módulo 2. Patógeno e ciclo

Módulo 3. Dispersão da doença

Módulo 4. Controle da doença

 

Manejo de doenças em milho: danos, epidemiologia, sintomas e controle

O milho (Zea mays L.) é o cereal mais produzido no mundo, onde as doenças, principalmente aquelas causadas por fungos, podem comprometer o potencial de rendimento da cultura. Neste curso elaborado pelo Dr. Nedio Tormen e pela Drª. Caroline Gulart aprenda quais são os danos, a epidemiologia, os sintomas e as estratégias de controle para as principais doenças do milho.

Neste curso você irá aprender sobre:

  • As principais doenças que podem atacar o cultivo de milho;

  • Os principais cuidados que devemos ter com a sanidade das sementes, visando um melhor estabelecimento e produtividade do cultivo;

  • Os danos, epidemiologia, sintomas e controle da helmintosporiose, mancha foliar por cercóspora, ferrugens, mancha-branca, antracnose, enfezamentos e complexo de doenças da espiga.

Módulo 1. Principais doenças transmitidas pelas sementes e doenças iniciais em milho

Módulo 2. Manejo de helmintosporiose e mancha foliar por cercóspora no milho

Módulo 3. Manejo das ferrugens no milho

Módulo 4. Manejo da mancha-branca e antracnose

Módulo 5. Enfezamentos na cultura do milho

Módulo 6. Complexo de doenças da espiga

 

Manejo de doenças em cana-de-açúcar

Nesse curso, a especialista no assunto Drª. Eloisa Salmeron vai te ensinar sobre as principais doenças da cana-de-açúcar, com suas respectivas formas de disseminação, sintomas, danos e controle. 

Neste curso você irá aprender sobre:

  • Características gerais das doenças em cana-de-açúcar

  • Doenças causadas por bactérias: 

  • Doenças causadas por fungos

  • Doenças causadas por vírus

Módulo 1 - Doenças bacterianas, fúngicas e viróticas: Disseminação, sintomas e métodos de controle

 

Indução de defesa de plantas a patógenos

O curso de indutores de defesa em planta a patógenos visa promover conhecimentos sobre como ocorre esses processos na planta, quais são os principais indutores atualmente em uso. Aprenda com o Professor Daniel Debona quais os cuidados para que os indutores funcionem e como inseri-los dentro de um programa de manejo integrado de doenças. 

Neste curso você irá aprender:

  • Quais são os principais indutores de defesa em plantas;

  • Como os agentes biótico e abióticos induzem as defesas na planta e o seu espectro de controle sobre os patógenos;

  • Fatores que influenciam no desempenho dos indutores de defesa no controle de doenças e na produtividade das culturas;

  • Cases de sucesso no controle de doenças com a indução de resistência de plantas no campo. 

Módulo 1 • Princípios da interação planta-patógeno e da indução de defesa em plantas

Módulo 2 • Agentes abióticos de indução de defesa 

Módulo 3 • Agentes bióticos de indução de defesa

Módulo 4 • Fatores que afetam a performance da indução de defesa no campo

Módulo 5 • Como a indução de resistência pode ser usada na prática


Essa trilha é para você que gosta de aulas com conteúdo interativo e de interagir com ferramentas digitais e quer aprender a manejar as principais doenças em soja, milho e cana-de-açúcar.

Essa trilha não é para você que não gosta de ler textos longos e prefere assistir vídeos. Que já sabe tudo sobre o manejo de doenças: sintomas, danos e medidas de controle, e que não tem dúvidas nem erra no manejo destas grandes culturas.

Todos os cursos são100% online, você pode assistir quando quiser, de acordo com a sua disponibilidade de tempo. Com 4 cursos com carga horária de 20h cada e 1 curso com carga horária de 10h, a trilha é composta por 18 módulos no total, com os seguintes materiais por módulo:

  • 1 apostila com o resumo do conteúdo, disponível para download;

  • 1 case de sucesso com exemplos de aplicação prática do conteúdo apresentado;

  • 1 avaliação para testar seus conhecimentos.

A trilha pode ser paga à vista via boleto bancário ou cartão de crédito ou parcelado em até 5 vezes sem juros no cartão de crédito.


Atenção:

  • Apenas a apostila está disponível para download;

  • Para concluir o curso e liberar o seu certificado, é necessário obter uma média igual ou superior a 65%.

  • A matrícula da trilha tem duração de 15 meses, ao solicitar prazo extra será cobrada uma taxa de 50% do valor total da trilha;

  • Para acessar os cursos você basta você ter acesso à internet e qualquer um dos seguintes navegadores, nas respectivas versões ou mais recentes: Edge 15, Firefox 54, Chrome 51, Safari 10 e Opera 38.

Elaborado por:
Sobre

Já atuou como colaborador de pesquisa e ensino do Instituto Phytus.

 

Formação

Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Agronomia pela Universidade Federal de Santa Maria, UFSM, Brasil; (2014 - 2017)

Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Agronomia pela Universidade Federal de Santa Maria, UFSM, Brasil; (2012 - 2014)

Especialização em Programa Especial de Graduação de Formação de Professores para a Educação P. pela Universidade Federal de Santa Maria, UFSM, Brasil; (2014 - 2015)

Graduação em Agronomia pela Universidade Federal de Santa Maria, UFSM, Brasil; (2006 - 2011)

Área de atuação

Possui experiência na área de Fitopatologia, atuando principalmente nos temas de proteção de plantas e controle químico de doenças em soja, milho, arroz e cereais de inverno e tecnologia de aplicação de fungicidas.

Ricardo Balardin
Ricardo Balardin Engenheiro Agrônomo
Sobre

CEO do Phytus Group e CRO da DigiFarmz Smart Agriculture.

Formação
  • Ph.D. em Crop and Soil Sciences, Plant Pathology pela Michigan State University (EUA);
  • Doutorado em Crop and Soil Sciences, Plant Pathology. Michigan State University, MSU, Estados Unidos. (1994 - 1997);
  • Mestrado em Fitotecnia pelas Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil. (1982 - 1984);
  • Graduação em Agronomia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil. (1977 - 1982).
Área de atuação

Soja, milho, proteção de plantas e controle químico das doenças, arroz, cereais de inverno e tecnologia de aplicação de fungicidas

Nedio Tormen
Nedio Tormen Engenheiro Agrônomo
Sobre

Coordenador do núcleo de Fitopatologia do Instituto Phytus na Estação Experimental de Planaltina/DF.

Formação

Doutor em Fitopatologia pela Universidade de Brasília (2014 - 2018);

Mestre em Fitopatologia pela Universidade de Brasília; (2014)

Engenheiro Agrônomo pela Universidade Federal de Santa Maria (RS);  (2011)

Técnico Agrícola pelo CEDUP Água Doce (SC); (2005)

 

Área de atuação

Possui pesquisas concentradas em fitopatologia nas culturas da algodão, soja e milho.
 

Sobre

Coordenadora do núcleo de Microbiologia e Proteção de Sementes do Instituto Phytus/RS. 

Formação
  • Doutorado em Engenharia Agrícola pela Universidade Federal de Santa Maria, UFSM, Brasil; (2009 - 2012);
  • Mestrado em Agronomia pela Universidade Federal de Santa Maria, UFSM, Brasil; (2007 - 2009);
  • Graduação em Programa Especial de Graduação de Formação de Professores Para A Educação P.  pela Universidade Federal de Santa Maria, UFSM, Brasil; (2010 - 2012);
  • Graduação em Agronomia pela Universidade Federal de Santa Maria, UFSM, Brasil. (2002 - 2007).
Área de atuação

Tem experiência na área de Agronomia, com ênfase em Fitopatologia, Nematologia, Tratamento de sementes, atuando principalmente nos seguintes temas: doenças de grandes culturas , avaliação da sensibilidade in vitro de fungos a fungicidas, manejo e identificação de nematóides em soja, milho e algodoeiro.

Sobre

Onze anos de experiência em lavoura da cana-de-açúcar com atuação em pesquisa e desenvolvimento, planejamento e controle e meio ambiente. Experiência na área agronômica com doenças e pragas da cana-de-açúcar, nematoides, variedades, adubação, experimentação; com ênfase em entomologia agrícola atuando principalmente nas áreas de controle biológico, controle com inseticidas, manejo integrado de pragas.

Formação

- Doutora em ciências - Área de concentração: Entomologia, ESALQ/USP (2002)

- Licenciada em Biologia, UNAR/ARARAS (2006)

- Mestre em Ciências Biológicas, área de concentração em Entomologia, ESALQ/USP (1989)

- Engenheiro Agrônomo pela Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" , ESALQ/USP (1984)

Área de atuação

- USINA IRACEMA – 1986 – 1997 – Iracemápolis/SP - 11 anos de experiência em lavoura da cana-de-açúcar como Supervisora em Entomologia com atuação em Pesquisa e Desenvolvimento, Planejamento e Controle e meio ambiente. Experiência na área de agronomia com doenças e pragas da cana-de-açúcar, nematoides, variedades, adubação, experimentação; com ênfase em entomologia agrícola atuando principalmente nas áreas de controle biológico, controle com inseticidas, manejo integrado de pragas. Experiência também com entomologia urbana (baratas, pernilongos e moscas) e ratos.

- FEALQ/ESALQ/USP – 2002 – 2018 - Pesquisadora assistente no laboratório de Resistência de Artrópodes (ESALQ/USP) com ênfase em resistência de artrópodes a pesticidas e avaliação da utilização de plantas geneticamente modificadas (proteínas purificadas) que expressam proteínas do Bt no controle de pragas.

- Consultora/Prestação de serviços: 2018 – atual - Atualmente aposentada e atuando como consultora/prestadora de serviços na ESALQ/USP no laboratório de Resistência de Artrópodes (atividades acima) e também montagem de cursos, redação de laudos, relatórios etc. Endereço para acessar CV: http://lattes.cnpq.br/6663777361818142.

Sobre

Professor Adjunto da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR-Campus Santa Helena).

Formação

Graduado em Agronomia pela Universidade Federal de Santa Maria (2010), Mestre (2012), Doutor (2016) e Pós-doutor (2018) em Fitopatologia pela Universidade Federal de Viçosa (UFV), com período sanduíche na Louisiana State University (2015). 

Área de atuação

As pesquisas estão concentradas na área de Fitopatologia. Estuda aspectos bioquímicos, fisiológicos, microscópicos e moleculares de interações planta-patógeno, incluindo arroz-Bipolaris oryzae, trigo-Pyricularia graminis-tritici, feijoeiro-Sclerotinia sclerotiorum,-Xanthomonas axonopodis, soja-Corynespora cassiicola, -Cercospora sojina, -Sclerotinia sclerotiorum, -Phakopsora pachyrhizi. Investiga o efeito da nutrição mineral na potencialização dos mecanismos de defesas de plantas a patógenos. O efeito fisiológico de e a resistência de fungos a fungicidas, bem como a indução de resistência de plantas a patógenos também têm sido alvo de minhas pesquisas.

DeR$ 1,325.00
Por: R$ 1,126.25 15% de desconto
Compre agora - Ou -Pague R$ 927.50 30% de desconto para associados Premium
Salvar
Compartilhar